[Resenha] Orange is the New Black

Com produção exclusiva do site Netflix, a trama autobiográfica é baseada em um livro do mesmo nome.

O seriado já está me sua quarta temporada e conta a história real de Piper Kerman.

A nova iorquina de classe média teve um caso lésbico com Alex Vause enquanto estava na faculdade, uma das líderes de um cartel de drogas.

Nesses quase dois anos de romance viajou pelo mundo e aprendeu muitos segredos sobre o tráfico internacional do cartel do amigo de Alex, sendo acusada de co participação e sentenciada a 15 meses de prisão em uma unidade de segurança mínima.

orange is the new black

 

A série tem como foco principal Piper e seu aprendizado para viver em cárcere, em especial porque sua inocência de jamais ter cometido um crime de fato a leva a conviver com assassinas, ladras e reais traficantes de droga.

Não demora muito a loira acaba entrando no sistema, aprendendo as falhas e mesmo perdendo o noivo lá fora constrói uma vida ao lado daquelas garotas que querem apenas pagar as suas penas e voltar para a sua família e filhos.

Um dos diferenciais da série é ser exibido no site pago Netflix e liberado por temporada.

Para quem odeia hiato entre as séries (que pode durar alguns meses), dá para assistir tudo de uma vez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *